Deseja abrir uma loja de decoração online? Saiba como

O segmento de casa e decoração tem sido um dos grandes destaques se tratando de faturamentos nos últimos tempos e, por isso, tornou- se um dos negócios mais rentáveis para investir.

Então, se você deseja criar uma loja online de decoração ou trazer a sua loja física para internet, separamos aqui algumas dicas. Continue lendo e confira.

1. Monte um plano de negócios

O planejamento é o primeiro passo para construir um empreendimento de sucesso, independentemente de qual seja o segmento.

Você precisará buscar o máximo de informações sobre o mercado em que seus produtos se encaixam, e o foco de suas ações devem sempre estar em compreender os anseios e necessidades do público-alvo, pois o sucesso da sua loja online de decoração irá depender disso.

Escolha um nicho de atuação, pois são várias as opções para se vender, desde móveis, até carpete para eventos, e busque se especializar nele.

Entender em quais canais sua loja irá atuar e o quanto será gasto para colocá-la no ar faz parte do seu plano de negócios.

E para não se perder em meio aos gastos, determine um montante anual e faça uma divisão igual entre eles durante os meses.

2. Escolha a plataforma de e-commerce

A escolha da plataforma é muito importante, pois será a principal ferramenta que definirá todo o desempenho do seu futuro projeto.

E para decidir a melhor plataforma para vender online, você precisa verificar qual delas oferece recursos adequados para o seu negócio. O sistema de e-commerce deve oferecer recursos como:

Adaptação para dispositivos móveis

Hoje em dia praticamente tudo é feito pelo celular, então sua loja deve acompanhar isso.

Ela deve se adaptar aos diversos formatos de tela e responsivo ou exclusivamente mobile.

Interatividade com o produto

Sua plataforma deve disponibilizar implementação de diversas estratégias de comunicação visual, como por exemplo, zoom nas imagens e vídeos de produto.

É essencial que uma loja de decoração on-line tenha personalidade. E a apresentação dos produtos deve ser a mais interativa possível, principalmente por funcionarem como uma vitrine.

SEO amigável

Ser encontrado facilmente pelos mecanismos de busca é crucial para gerar tráfego orgânico para sua loja e economizar com anúncios pagos. 

Por isso, a plataforma escolhida deve ter a melhor performance em SEO e oferecer facilidade de gestão.

3. Monte estratégias de marketing

São muitas as lojas de decoração on-line, porém, mesmo com a vasta concorrência, é preciso adotar estratégias de marketing digital para se destacar para conquistar e fidelizar o maior número de clientes possível, sendo elas:

Identidade visual

Uma loja de decoração online precisa focar na identidade virtual. Nesse caso, a plataforma pode ser um diferencial é oferecer liberdade de customização de layout e toda a estrutura necessária para que você deixe a loja com a cara que deseja.

Redes Sociais

As redes sociais são, sem dúvidas, um dos melhores meios de divulgação que existem na atualidade. Afinal, praticamente todas as pessoas estão por lá.

Para isso, você precisa pesquisar quais são as plataformas preferidas do seu público-alvo, pois é onde ele se encontra que você deve focar seu trabalho.

Anúncios pagos

Anúncios pagos são um ótimo jeito de conseguir as primeiras vendas rapidamente, por isso, vale muito a pena testar e investir aproximadamente 5% do seu faturamento para obter respostas positivas.

4. Conheça a legislação

Saber sobre as legislações que regem o comércio eletrônico é imprescindível para evitar prejuízos e conhecer direitos seus e do consumidor.

MEI

Grande parte dos lojistas atuam como Microempreendedor Individual.

Ter uma empresa legalizada é essencial para que você consiga inclusive despachar as encomendas nos Correios.

Lei do E-commerce

O comércio eletrônico possui algumas regras, como por exemplo, a exibição de dados da empresa, preços e custos adicionais com frete. 

O Decreto Federal nº 7.962/2013 é o que regulamenta a defesa do consumidor no comércio eletrônico.

Direito de Arrependimento

A devolução de mercadorias funciona de maneira diferente comparado às lojas físicas. Em um e-commerce, o consumidor recebe um prazo de 7 dias corridos para devolver a mercadoria e solicitar a devolução dos valores pagos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *